domingo, 28 de setembro de 2014

Meu presente é o silêncio.
Eco das paredes,
Radar de morcego,
Grafite borrado,
Rabisco frio.
Meu presente é o silêncio.

(Escrito originalmente em 24 de abril de 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário