domingo, 2 de outubro de 2011

Doce Caminho Até Você

Beijos sabor ilimitado
No céu de minhas estrelas.
Sorte minha trazê-los para dentro do peito,
Iluminando tudo que sinto.

Sorriso meu,
Que aumenta a cada passo
Da tua chegada.
Minha feliz jornada
Pelos seus caminhos.

E não há verso que leve
Mais poesia que estar em seus braços.
Fecho meus olhos e me sento viva.


Acordo ao ouvir seu
"Vem cá, minha vida".
Distraída,
Sou inteira sua.

2 comentários:

  1. bonito poema apaixonado, heim.

    beijos e continue a voar.

    ResponderExcluir
  2. "Na língua da poesia
    Oh, meu grande amor, de versos perdidos..."

    ResponderExcluir